sábado, 25 de maio de 2013

Negros na mídia brasileira.




O Centro de Estudos Afro-Orientais vai sediar na próxima terça-feira (28/05), das 18h às 21h, no auditório Milton Santos, o seminário Negros na Mídia Brasileira: Um recorte. O evento terá a participação da jornalista Suzana Singer, Ombudsman da Folha de São Paulo, do coordenador do Pós-Afro/UFBA Valdemir Zamparoni e do jornalista e professor da Faculdade de Comunicação Fernando Conceição. As inscrições poderão ser realizadas no local ou antecipadamente pelo e-mail nicom@ufba.br.
Organizado pelo Grupo de Estudos em Mídia e Etnicidades (Etnomídia), da Faculdade de Comunicação, ligado ao Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade da Universidade Federal da Bahia, o seminário tem objetivo de apresentar à sociedade, aos profissionais da comunicação, estudantes, professores e representantes dos veículos de comunicação, os resultados da pesquisa Faces do Brasil. 
 Desde 2010 o Etnomídia monitora a cobertura de 17 jornais diários e 6 revistas de circulação nacional com o objetivo de verificar a cobertura que a mídia brasileira faz sobre três grupos étnicos historicamente discriminados e estereotipados no país: indígenas, ciganos e negros.


Mais informações: 
fernconc@ufba.br
.


Fontewww.ceao.ufba.br

sexta-feira, 17 de maio de 2013




Estão abertas, até o dia 19 de maio, as inscrições para a VII Semana da África, a ser realizada de 20 a 25 de maio em Salvador, com o tema geral Identidades africanas na produção audiovisual em África e na sua diáspora. Para fazer sua inscrição, acesse o blog do evento:http://semanadaafrica.blogspot.com.br/.

A Semana da África tem como objetivo estabelecer trocas científicas entre estudantes, professores e intelectuais africanos e brasileiros. Além disso, propicia a constituição de um fórum acadêmico e cultural com uma periodicidade anual, voltado para a promoção de debates acerca de uma multiplicidade de temas referentes às questões africanas e da diáspora.

Nesta sétima edição, pretende colocar em foco temas relacionados às produções audiovisuais africanas, em especial o cinema, bem como as diversas apropriações das imagens das realidades africanas na diáspora, e especialmente no Brasil, considerando a importância da produção audiovisual africana e sobre a África no ensino da história, das culturas africanas e afro-brasileiras nas escolas e universidades brasileiras, no contexto da primeira década de vigência da Lei nº 10.639.

O evento é uma iniciativa dos estudantes africanos em Salvador e afro-brasileiros realizado desde maio de 2006, e conta com o apoio do Centro de Estudos Afro-Orientais e da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil da Universidade Federal da Bahia (UFBA). 

sábado, 11 de maio de 2013

Maio: Mês da África.


O mês de maio é considerado o Mês da África e para celebrar, a Universidade de Brasília (UnB), em parceria com o Centro de Convivência Negra (CCN), a União dos Estudantes Africanos em Brasília da UnB e as embaixadas dos países africanos no Brasil, promove eventos dos dias 07 a 31 de maio. A abertura aconteceu anteontem (7), no auditório da Fundação Cultural Palmares, em Brasília, e discutiu o tema Afrocentricidade a partir de palestra do doutorando em Farmacologia, de Camarões, Martin Fonkoua.
As comemorações têm como objetivo debater a cultura e o desenvolvimento social, político e econômico do continente africano, bem como os desafios que os países enfrentam desde as suas independências. Para tanto, estão agendadas exposições, debates, seminários e apresentações culturais.
A abertura contou com a presença do presidente da FCP, Hilton Cobra, que enfatizou a importância de se redescobrir a África, para que o brasileiro reconheça sua identidade, para ele,“é muito importante divulgar as culturas africanas. No Brasil, não nos foi permitido ser negros, descobrimos essa identidade de forma tardia. O continente africano foi devastado pela colonização, assim como o Brasil.” Cobra agradeceu a oportunidade de participar do evento e colocou a Fundação a disposição para os debates.
Alberto Francisco, presidente da União de Estudantes Africanos, participou do debate e pontuou que “o mês de maio é importante para nós, não só para comemorar a independência, mas para mostrar a verdadeira África para o Brasil e trocar experiências”.  Martin Fonkoua,  ressaltou  a importância de afirmar as culturas africanas , para superar o ranço da colonização européia. Martin também reafirmou a importância da integração com os brasileiros: “para os africanos, os brasileiros são parte de nós”, concluiu.

Serviço:
Programação Mês da África em Brasília
9 de maio de 2013
Seminário: Nova fase de desenvolvimento dos países africanos e parcerias com a China e o Brasil; Relações comerciais entre o Brasil a China e Angola e Síntese histórica da presença das multinacionais petrolíferas em Angola (1975-1992)
Palestrantes: Carlos Simba Sumbo, José de Jesus João Ferreira, Pio Penna Filho, Dr.
Local:Departamento do Instituto de Relações Internacionais – UnB
Horário: 14 hs.

De 13 a 17 de maio
Exposição Africana
Abertura da Exposição Africana
Local: Hall da Biblioteca Central da Universidade de Brasília.
-
Quarta, 15 de maio
Seminário: África Ciência e tecnologia: Contribuições à Civilização Mundial
Palestrante: Daniel Arthur NnangMetogo, doutorando em Engenharia Civil
Horário: 8h30
Local: Instituto de Ciências Biológicas(IB). Auditório 3
Seminário: Economia Africana
Palestrante: Dr. Ivair Alves dos Santos, Coordenador do CCN.
Horário: 10h30
Local: Instituto de Ciências Biológicas(IB). Auditório 3
Almoço: Cardápio Africano: Cachupa (Cabo Verde) e Cuscuz Marroquino
Local: Restaurante Universitário da Universidade de Brasília.
Seminário: A Arte Africana
Palestrante:Hernany dos Reis, graduando em Arquitetura
Horário: 14h00
Local dos seminários: Instituto de Ciencias Biologicas(IB) UnB. Auditório 3

Quinta-feira, 16 de maio
Seminário: Amílcar Cabral e a Educação na Guiné-Bissau.
Palestrantes: Gaudêncio Pedro da Costa, especialista em Gestão de Projetos PMBOK, FatúmataYonton Camará, graduando em Letras, Hiaosmin V. Tavares Costa, graduando em Biblioteconomia.
Horário: 14h00
Local:Instituto de Ciencias Biológicas(IB) UnB. Auditório 3
- Informações: (61) 3107 3425/26  

Fonte: Fundação Cultural Palmares. 


sábado, 4 de maio de 2013






I Semana de História da UNEB – Campus XIV – Conceição do Coité-BA, pretende produzir o conhecimento histórico, discutindo o tema: Discursos, Historiografias e o Ofício do historiador, ou seja, promover a pesquisa histórica, bem como o diálogo e aproximações dos estudantes de História do Estado da Bahia e eventualmente do Brasil, com estudos que envolvam abordagens teórico-metodológicas no âmbito da história.

Esse projeto visa fomentar o debate acadêmico com pesquisadores das áreas de Escravidão, Identidade e Ensino de História, tendo o intuito de divulgar a produção historiográfica dos interessados e promover o intercâmbio de ideias, profissionais (discentes e docentes) e instituições, contribuindo para a solidificação do conhecimento, além de investir na produção de anais eletrônicos, fruto imediato do desenvolvimento desta Semana.
Dentro de seu espírito de renovação e incentivo aos novos pesquisadores, a Semana composta de Conferências, Mesas Redondas, Simpósios Temáticos e Minicursos.
O Evento realizará-se nas dependências da Universidade do Estado da Bahia, no Departamento de Educação – Campus XIV – Conceição do Coité-BA, sob a direção de uma Comissão Organizadora, composta por Docentes do Colegiado de História e discentes do Diretório Acadêmico de História Carlos Maringhella.
Essa Semana impulsiona alunos de diversos Programas do estado, e também do país, a produzir e movimentar seus conhecimentos, permitindo-os ganhar visibilidade, ampliar a temática e trocar experiências.


Comissão Organizadora
Telefone: (75) 3262-7508
E-mail: semanadehistoriaunebxiv@hotmail.com